MARUBO

O Povo Marubo habita as sub-regi√Ķes do alto e m√©dio rio Itu√≠ e alto e m√©dio rio Curu√ß√°, no Vale do Javari. Falantes da l√≠ngua pano s√£o considerados a segunda maior popula√ß√£o dessa regi√£o, com cerca de 1.905 indiv√≠duos (SIASI local). O Marubo se distingue das demais etnias pelos adere√ßos que utiliza. Os homens e as mulheres utilizam um cord√£o, de v√°rias voltas, o qual √© feito de caramujo (Aru√°), uma cinta larga confeccionada por pequenas placas de caramujo e/ou por placas min√ļsculas de semente de palmeiras da regi√£o, que variam entre o coc√£o, jarina ou pupunha. Homens e mulheres utilizam, tamb√©m, um cord√£o atravessado de um lado a outro do nariz (septo nasal), confeccionado com placas min√ļsculas de caramujo (Aru√°). O formato da aldeia √© outro diferencial em rela√ß√£o √†s demais etnias. A principal habita√ß√£o consiste no local onde as fam√≠lias permanecem abrigadas quase todos os dias, e contam ainda com pequenas habita√ß√Ķes individuais localizadas nas adjac√™ncias da maloca principal.

O povo Marubo caracteriza-se como uma das etnias que mais criou din√Ęmicas de contato com a sociedade nacional. Embora tenham se destacado pela busca e consumo de bens industrializados n√£o se distanciaram de seus costumes ancestrais, e mant√©m vivos e resguardados seus modos de cultura e organiza√ß√£o social. H√° registros, como o mapa etno-hist√≥rico dos √≠ndios do Brasil de Curt Nimuendaj√ļ (1944), que inexplicavelmente remanesce in√©dito, de ocorr√™ncias nas quais os ind√≠genas Marubo j√° mantinham contato com os peruanos em 1691, no per√≠odo do Caucho, o qual precede o denominado ‚Äúper√≠odo da borracha‚ÄĚ. O fato mais curioso nas rela√ß√Ķes entre os Marubo e os n√£o ind√≠genas consiste no relato que, mesmo ap√≥s quatro d√©cadas de contacto com peruanos e brasileiros, produzindo sobretudo o caucho para a troca por produtos industrializados, os Marubo voltaram √† condi√ß√£o de √≠ndios isolados. Conforme registros, assim permaneceram por cerca de duas d√©cadas, quando em 1952 fizeram novo contato com mission√°rios na regi√£o do alto Itu√≠.

Principais aspectos

Localização

Alto Curuçá e Ituí, na Bacia do Javari.

Líder:

Niwa-Wani

Idioma

Língua da família Pano. Possuem um vocabulário paralelo ritualístico que substitui palavras do uso cotidiano. A maioria dos homens mais jovens falam também o português.

O nome Marubo √© um tanto impreciso, mas √© um nome que os n√£o ind√≠genas lhes atribuem. Os Marubo se autodenominam Yora, que se contrap√Ķe ao termo ‚ÄúNawa‚ÄĚ, que √© a denomina√ß√£o dada aos n√£o ind√≠genas ou a qualquer outro indiv√≠duo que n√£o fa√ßa parte do povo Marubo.

Associa√ß√Ķes de Base que comp√Ķem a UNIVAJA

Conheça

Multimídia

Galeria de imagens de algumas das etnias que cercam o Vale do Javari.
Ver mais

Blog

Not√≠cias, informa√ß√Ķes, curiosidades e mais‚Ķ
Ver mais notícias