KULINA

Essa etnia √© a quinta popula√ß√£o ind√≠gena em rela√ß√£o as demais que habitam o Vale do Javari, s√£o 175 pessoas (segundo o SIASI/local) divididas em tr√™s aldeias: Aldeia Campinas (que est√° localizada fora dos per√≠metros da Terra Ind√≠gena), Pedro Lopes e aldeia do Cacau. S√£o falantes de uma l√≠ngua da fam√≠lia Pano e √© o que os diferencia dos outros Kulina do rio Juru√°, tamb√©m conhecidos de ‚ÄúMadiha‚ÄĚ, que falam uma l√≠ngua da fam√≠lia Araw√°.
O territ√≥rio dos Kulina no Vale do Javari abrange as √°reas do m√©dio rio Curu√ß√° e seus afluentes, os igarap√©s Esperan√ßa, Todos os Santos e S√£o Salvador, embora tenham habitado um territ√≥rio bem mais abrangente, na √©poca em que viviam ‚Äúisolados‚ÄĚ, que ia das cabeceiras dos afluentes do rio Itu√≠, como os rio Novo e Negro at√© as cabeceiras dos afluentes do rio Curu√ß√°, dentre os quais o rio Arrojo.

Principais aspectos

Localização:

Fronteira Brasil-Peru, às margens dos rios Juruá
e Purus, no Acre.

Líderes:

Adalto Kulina
Artêmio Kulina

Idioma:

Família linguística Pano. Os que têm contato com os seringueiros também falam o português.. Mulheres possuem um dialeto próprio que os maridos compreendem.

O povo Kulina Pano, segundo os etn√≥grafos que j√° estudaram sua hist√≥ria, √© o resultado da uni√£o de dois grupos: os da maloca do Maw√≠, que ocupavam o igarap√© s√£o Salvador e os dos Kapishtana do Igarap√© Pedro Lopes. Apesar dessa uni√£o ter sido marcada por conflitos inter√©tnicos , foi uma das estrat√©gias encontradas pelo grupo para sobreviverem dos constantes ataques dos Mayoruna (Mats√©s) em meados das d√©cadas de 60 e 70. Os conflitos com o povo Mayoruna causaram uma grande fragilidade a essa etnia, dentre as quais a diminui√ß√£o demogr√°fica, resultando na dispers√£o dos sobreviventes para locais estranhos aos seus territ√≥rios ancestrais como nas cidades de Atalaia do Norte, Benjamin Constant e Tabatinga. Dos poucos ‚Äúmais velhos‚ÄĚ que restaram dessa etnia residem na cidade de Tabatinga. Essas mudan√ßas causaram um alto grau de miscigena√ß√£o entre os Kulina, tanto entre ind√≠genas de outras etnias (como os Mayoruna) quanto entre n√£o ind√≠genas. Um dos problemas √© a quase perda do idioma Kulina, falado por alguns poucos moradores do m√©dio rio Curu√ß√°. O mais curioso √© que a maior parte da popula√ß√£o Kulina vive nas aldeias dos Mayoruna, pois na maioria dos conflitos entre esses dois povos as mulheres eram capturadas, bem como algumas crian√ßas.

Associa√ß√Ķes de Base que comp√Ķem a UNIVAJA

Conheça

Multimídia

Galeria de imagens de algumas das etnias que cercam o Vale do Javari.
Ver mais

Blog

Not√≠cias, informa√ß√Ķes, curiosidades e mais‚Ķ
Ver mais notícias